É o básico: empresas precisam vender para sobreviver, certo? Sua empresa está vendendo tanto quanto gostaria?

Fazer Branding. Construir confiança. Envolver-se com seu público. Criar um site bacana. Postar em mídias sociais. Estas são apenas algumas das muitas e tantas outras coisas que os marketeiros digitais fazem para uma única finalidade – gerar leads (contatos interessados em seu produto/serviço).

É por isso que uma rápida pesquisa no Google vai te mostrar que essa é uma dúvida comum para muitos empreendedores que querem vender pela internet: Como gerar leads corretamente?

Vamos começar…

Aqui no Brasil as empresas estão cada vez mais batalhando na internet pelo seu público com seus concorrentes, e por isso saber gerar leads de forma eficiente é imprescindível para o sucesso em qualquer área de negócios. E por isso você deve usar todos os métodos e estratégias possíveis para encontrar alguma vantagem.

E sabe o que é mais triste aqui no Brasil? Muuuitas empresas estão perdendo a oportunidade de ouro da geração de leads através de vídeos animados. Alguns até estão usando vídeos animados para explicar seus sistemas, produtos e serviços, mas não estão usando adequadamente para atrair clientes potenciais (leads).

Se você chegou até aqui e já se identificou, adicione nosso Diretor Comercial e consultor de marketing digital Daniel Bloch no Skype (vfxvideos) e tenha uma longa conversa com ele! rsrs

1. Abuse do poder de uma boa chamada para ação (CTA)

Seja em artigos do seu blog ou imagens que compartilha no Instagram, todos os esforços de marketing que você faz é para um objetivo específico e você sempre espera alguma ação do seu público com aquilo (clicar no link, assistir a um vídeo, baixar um ebook, se inscrever no newsletter, etc) . Isso nada mais é que call-to-actions (CTAs), um jeito chique de chamar as frases, links ou botões que você usa para dizer ao público o que fazer em seguida.

Coisas como “Baixe Agora”, “clique aqui” ou “Compartilhe” são exemplos comuns de CTAs que você pode usar em muitos conteúdos de marketing – incluindo vídeos, ok até ai nenhuma novidade.. o problema é que algumas pessoas simplesmente fazem o upload de seus vídeos para o YouTube e acreditam que é tudo que eles podem fazer. Não cometa esse mesmo erro. Certifique-se de que cada pessoa que assistir o vídeo tenha uma orientação sobre onde ir e o que fazer se ele ou ela quiser algo a mais com sua empresa!.

Você quer facilitar as coisas para pessoas que desejam obter mais informações sobre a sua empresa. É por isso que as plataformas de vídeo como o YouTube oferecem opções para criar CTAs específicas em todo vídeos . Links na descrição também funcionam. Basta lembrar que para CTAs serem eficazes, elas precisam levar o tráfego através de um canal simples e direto, onde seu publico não vai se perder. Veja este exemplo:

2. Preste Atenção em Todos os Detalhes Quando Criar seu Vídeo Animado

A geração de leads começa nos primeiros momentos em que você trabalha sua estratégia de marketing. Se você não entender os mecanismos nas entrelinhas desse processo, estará fadado ao fracasso. Vídeo de marketing não é uma exceção a essa regra – muito pelo contrário. Se você realmente quer vídeos capazes de chamar atenção e gerar leads de qualidade, você precisa pensar nisso desde o começo.

No que você deveria prestar atenção então? Diversas coisas como:
– A qualidade do vídeo (roteiro, ilustrações e trilha sonora) é crucial para deixar as pessoas engajadas e mostrar seu negócio é algo sério.
– A criação do personagem também é fundamental para o público a se identificar com o que está acontecendo na tela (por isso os personagens precisam olhar, falar e se comportar exatamente como seu público-alvo).
– A duração do vídeo também determina o seu sucesso. A maioria de nós não têm mais o mesmo foco ou tempo que costumávamos ter alguns anos atrás, por isso é importante manter o vídeo com menos de 2 minutos se você não quer que seu público saia bocejando de seu site.
– Até mesmo a thumbnail do vídeo pode determinar se o vídeo vai ser reproduzido ou não.
Por fim, usar as cores da marca, no vídeo, na página em que ele está e na thumbnail, isso pode aumentar a sua taxa de reprodução em mais de 50%. Quero ver alguém sair dizendo que as cores são apenas ‘detalhes’!

Todos esses fatores desempenham um papel enorme em como seu vídeo é percebido, quantas vezes é assistido e até mesmo quantas pessoas acabam vendo sua empresa como de confiança com a qual eles queiram fazer negócios.

3. Criar uma landing page (página de destino) para o vídeo

As landing pages têm sido um dos principais métodos de geração de leads desde o início dos tempos, e provavelmente vão continuar sendo. Por quê? Porque elas funcionam, só por isso rsrs. Eis é a razão pela qual a criação de uma landing page de vídeo é vital: combinar duas das maiores ferramentas de marketing digital conhecidas para gerar leads e juntar as duas.

Em suma, as landing pages são projetadas para converter. Em contraste com uma página de site comum, uma landing page é construída em torno de uma ação específica (CTA) que pode ser inscrever-se, Testar Grátis, Baixar ou entrar em contato com sua equipe de vendas. Sua estrutura é simplificada e objetiva quando comparada com outras páginas. Há menos distrações e todo o conteúdo é cuidadosamente projetado para fazer o público agir!

landingvideo

Agora imagine colocar um vídeo nessa página sem distrações, você pode direcionar todo o conteúdo para ajudar o publico a fazer aquilo que está sugerindo no vídeo. Coloque o vídeo bem visível lá no topo, use um titulo bem sexy e um pequeno texto explicando brevemente. Agora coloque um botão gigante com a tua CTA no meio e pronto, você está com o combo mais vencedor do marketing digital atual.

O vídeo vai chamar e prender a atenção das pessoas e fazê-los ficar mais tempo na página. E com a landing page, será mais fácil para eles entender mais as informações. Se a CTA está bem clara você vai ver a diferença que esta abordagem pode fazer.

4. Peça algo em troca para poderem assistir seu vídeo

Esse conceito é simples, você coloca uma espécie de barreira antes do publico poder assistir ao vídeo. Geralmente um formulário pequeno que a pessoa preenche e então pode ver o vídeo. Enquanto a pessoa não preencher ela não pode ver o vídeo.
Sei que parece um pouco chato mas funciona muito! E é provavelmente a maneira mais direta de pedir algumas informações de seus visitantes. No entanto, é um método que vale a pena considerar, especialmente porque várias empresas usam ele. Claro, existem várias maneiras de implementar isso e o sucesso do método varia.

Algumas empresas colocam a barreira no início do vídeo, porém alguns se irritam e acabam saindo sem sequer assistir, por isso é tão importante você fazer um bom trabalho na página, na thumbnail etc. aquilo que falamos anteriormente, se o público não ver valor, você perde o lead. Outras colocam no final do vídeo crendo que o público vai assistir e em forma de agradecimento pelo conteúdo dará suas informações, essa segunda forma tem resultado fraco e apenas 3% do público deixa as informações na saída.

wistia
fonte: Wistia

5. Saiba tudo sobre o seu público

Os vídeos são incríveis porque eles oferecem grandes insights sobre como seu público-alvo se comporta só por terem assistido. Porém, a maioria das pessoas não sabe como interpretar essa vasta quantidade de dados (ou nem sequer se preocupa com isso). Não seja como eles. Esses dados podem trabalhar para você e proporcionar novas oportunidades para gerar leads mais qualificados.

Por exemplo, você pode usar essa informação para segmentar seu público em pessoas que assistem seus vídeos inteiros, pessoas que assistem apenas partes deles, e as pessoas que só assistem alguns segundos. Esses dados permitem elaborar ações específicas para cada um deles.

O primeiro grupo claramente está mais engajado com sua empresa, por isso são leads melhores e prontos para ser levado para outro nível (uma abordagem telefônica talvez?). O segundo grupo pode precisar de outros conteúdos ainda, mas eles estão abertos a ouvir sobre sua empresa. Cabe a você a criar conteúdo capazes de trazê-los para mais perto.

E por último, você pode usar os dados do último grupo para saber onde suas fraquezas estão. São os canais que você usou para promover? O vídeo não é atraente para um determinado público? A maioria deles estão saindo de seus vídeos em um ponto crítico? Essa é uma informação muito valiosa que você precisa usar para ajustar a sua estratégia e aumentar suas conversões.

Resumindo

Vídeos animados por si só podem gerar mais oportunidades de vendas e contribuir para os esforços de geração de leads. No entanto, se você realmente quiser tirar proveito deles, você tem que prestar atenção e tentar executar tudo o que dissemos aqui nesse post. Desde a criação de um vídeo curto, divertido e simples com um CTA claro e conciso até a construção de uma landing page em torno dele, há muita coisa que você pode fazer para ampliar os poderes de vídeo objetivando a geração de leads.

Essas análises também vão dizer quais conteúdos não chamam a atenção do público e se tornam um peso morto no seu site.

E o melhor é começar agora mesmo, de preferência antes que seu concorrente! Basta entrar em contato uma produtora de qualidade e experiencia (como a nossa rsrs) e verá que, assim que o vídeo estiver rodando as ligações de vendas vão aumentar e muito!